Uma mistura fatal



Ciclídeos podem atingir um bom tamanho e na natureza se alimenta naturalmente de outras espécies de peixe de menor porte.
Não é de se estranhar, que em alguns casos ela venha a comer outros peixes do aquário quando com fome ou abocanhá-lo por oportunidade.


No que tange ao tamanho das presas, não hesitam em abocanhar itens com até 2/3 de seu comprimento total, boca é grande, com maxilas proeminentes faz deles predadores perfeitos.
Devemos ter muito cuidado ao misturar Ciclídeos com peixes menores ,pois pode encarar os seus companheiros de aquário como refeição.
Em alguns casos a presa pode ser meio indigesta ,como no caso de corridoras e cascudos,são comuns os acidentes e até a perda de animais ao misturá-los com essas espécies.



Os assim chamados Ciclídeos jumbos , acima de 20 cm são as maiores vitimas desse tipo de acidente,normalmente morrem sufocados ou por hemorragia das lesões internas.


Esse tipo de acidente pode ser facilmente evitado se mantivermos apenas peixes de tamanho compatível em nossos aquários.

O peixe da foto teve toda atenção de seu dono,inclusive um veterinario foi chamado,mas infelizmente houve pouco a ser feito.

Imagens:Ricardo

ezstyle 2007


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Reproduzindo Aulonocaras

Qual o Tamanho ideal do aquário?

O ciclo do Nitrogênio