Postagens

Mostrando postagens de Março, 2012

Venting

Imagem
 Reconhecendo o sexo das espécies
Apesar de eu não ser favorável a essas técnicas que geram stress aos animais,na minha modesta opinião eu gosto de deixar os meus animais o mais tranqüilo possível,não gosto de ficar pegando peixe na mão por qualquer motivo.

Mas essa técnica é útil a quem precisa ter uma identificação rápida e mais precisa sobre o sexo de seus animais, isso é útil para quem cria comercialmente.

Advertência previa:


Ciclídeos possuem raios da nadadeira dorsais duros e pontiagudos, algumas espécies como as Tilapias esses raios são bem rígidos e podem gerar acidentes.

Se você não tiver segurança para segurar o peixe não o pegue, você pode se assustar e em um movimento com maior força machucar o animal, ou em casos extremos o esmagar.

Peixes pequenos só podem ser observados com lentes de aumento de joalheiro, ou em 2 pessoas usando uma lupa sob forte iluminação.

A técnica é simples com o animal molhado segure-o firmemente e vire de barriga para cima, logo em seguida da…

Uma mistura fatal

Imagem
Ciclídeos podem atingir um bom tamanho e na natureza se alimenta naturalmente de outras espécies de peixe de menor porte. Não é de se estranhar, que em alguns casos ela venha a comer outros peixes do aquário quando com fome ou abocanhá-lo por oportunidade.

No que tange ao tamanho das presas, não hesitam em abocanhar itens com até 2/3 de seu comprimento total, boca é grande, com maxilas proeminentes faz deles predadores perfeitos. Devemos ter muito cuidado ao misturar Ciclídeos com peixes menores ,pois pode encarar os seus companheiros de aquário como refeição. Em alguns casos a presa pode ser meio indigesta ,como no caso de corridoras e cascudos,são comuns os acidentes e até a perda de animais ao misturá-los com essas espécies.


Os assim chamados Ciclídeos jumbos , acima de 20 cm são as maiores vitimas desse tipo de acidente,normalmente morrem sufocados ou por hemorragia das lesões internas.

Esse tipo de acidente pode ser facilmente evitado se mantivermos apenas peixes de tama…

Ihhh....não deu certo!

Imagem
Criar Ciclídeos é algo apaixonante, sejam africanos ou americanos, são peixes únicos, seja por seu comportamento ou por sua beleza.

Mas demandam aquários específicos, eles precisam de condições de agua especificas e principalmente espaço, em sua maioria são peixes gregários e assim devemos mantê-los, para
Que possamos desfrutar da plenitude da sua beleza, e de forma responsável devemos estar atentos as suas necessidades de espaço ,alimentação ,agua etc.

Uma técnica muito utilizada para tentar reduzir a sua natural agressividade, é superpopular o aquário, isso os leva a ter um comportamento de frango de granja, só comem e mais nada.

Particularmente eu sou contra, por causa de nos deixar uma margem de erro mínima, e quando o assunto é vida, eu prefiro ser serio e não arriscar.
Principalmente quando temos espécies F0(selvagens) devemos ser mais responsáveis ainda, centenas deles estão no redlist da IUCN.
http://www.iucnredlist.org/

Muitos deles por sobre pesca, é um dever mor…

Malawi Bloat o que sabemos de novo

Imagem
ultimo estagio do bloat

Desde A doença ainda causa centenas de vitimas em aquários, a grande maioria de aquaristas já perdeu ou por alguma pequena falha pode perder animais vitimados por ela. Sabemos que alimentação adequada e qualidade de água são os principais fatores para se manter nossos animais sadios. Hoje sabemos que essa doença não exclusiva dos Ca´s e atinge Anabantideos e Carpas. Atinge peixes do malawi em geral inclusive alguns haps ,Tropheus e Petrotilapias do Tanganika e alguns gêneros do lago Vitória.


Hap com bloat Os velhos vilões da historia

Água sem qualidade: Filtragem deficiente, sujeira acumulada entre rochas ou substrato muito grosso, o fator acumulativo é fatal, o acumulo de matéria orgânica alem de gerar amônia, ajuda a proliferação de bactérias. Devemos sempre ter em mente que a cada peixe adicionado aos nossos aquários aumenta o nível de poluentes, e isso é o pecado mais freqüente dos aquaristas. População alta e filtragem fraca, a superpopulação geral…