PH, GH e KH: o que esse monte “Hs” tem a ver com meu aquário? Parte 3

PH, GH e KH: o que esse monte “Hs” tem a ver com meu aquário?

Entenda o que são e como funcionam essas medidas na água do aquário

Ainda que soe estranho à primeira vista, o GH (General Hardness, originalmente) identifica em si a dureza de uma solução, ou seja, o nível de sais minerais dissolvidos na mesma.
Em sua maioria, esses sais são derivados de íons de Cálcio (Ca) e Magnésio (Mg). Normalmente, utiliza-se como referência na medição do GH o Carbonato de Cálcio (CaCO3), pela sua grande abundância na água em seu estado natural.
Para a medição do GH, utiliza-se a escala de ppm (parte por milhão) ou ainda dH, a medida inicialmente usada, em língua alemã.
Observe a tabela a seguir









Normalmente, a verificação do GH é feita por testes baseados numa descoloração de análise, que consiste na gradativa adição da água do aquário ao reagente, até a descoloração da solução.
Freqüentemente, não é dada muita importância por grande parte dos iniciantes à medição do GH da água do aquário. Pode-se, com menos danos do que um pH incorreto, manter uma determinada espécie fora de seus padrões ideais de pH. Contudo, este fator pode ser a diferença entre sucesso e fracasso, principalmente quando lidamos com a reprodução de determinadas espécies que requerem um ambiente praticamente idêntico ao seu habitat natural, incluindo as condições químicas da água, ou ainda quando mantemos espécies extremamente sensíveis a mudanças de condições químicas da água, como é o caso da maioria dos peixes retirados diretamente da natureza e introduzidos no hobby.
Voltando ao GH, podemos afirmar que este parâmetro trata da “mineralização” da solução.
Atente para o detalhe, como consta na tabela, de que a expressão “dureza” da água trata exclusivamente desse parâmetro.
Como já foi dito anteriormente, podemos correlacionar os 3 parâmetros descritos neste artigo. Para fins de explanação, tomemos como ponto de partida a adição de CaCO3 (Carbonato de Cálcio, um dos elementos mais comuns quanto citamos a manutenção dos parâmetros da água de um aquário): Com a dissolução do Carbonato de Cálcio na água, seriam gerados íons de Cálcio (aumentariam o GH) e íons de Carbonato (que elevariam o KH, que será descrito mais adiante, que por sua vez efetuariam o tamponamento da água mantendo um pH estável).
Por via de regra, peixes que preferem um pH ácido tendem a, do mesmo modo, preferir uma água mole (GH baixo), enquanto peixes de pH alcalino preferem uma água mais dura (GH alto), fruto da interligação que tais parâmetros possuem.
Entretanto, vale ressaltar que um GH elevado nem sempre significa um pH ou um KH elevados. Apenas observamos a freqüência desse fenômeno em um GH alto devido à correlação freqüente já citada.
Para efetuarmos mudanças no GH, são utilizadas algumas alternativas como:
Obter um GH baixo:
- Uso, nas trocas, de água pura, proveniente de filtros que retiram os sais minerais da água, como o filtro de osmose reversa.
- Evitar o uso de ornamentos (pedras, rochas) que contenham qualquer elemento que eleve o GH, como calcário e cálcio.
- Uso, no filtro principal, de resinas ou outros elementos capazes de reter íons que aumentariam o GH.

Obter um GH alto:
- Uso de água para as trocas parciais, de água com grande quantidade de sais minerais (água mineral), ou seja, ricos em Ca+2 e Mg+2.
- Uso de elementos que liberem sais minerais na água, como conchas, rochas calcárias.
- Adição sais como CaCO3 (atente para a medida a ser adicionada). Vale ressaltar que essa medida acarretaria em um aumento do KH, que por sua vez contribuiria na estabilização do pH.

Toda mudança química da água deve ser feita de modo gradativo!
Bruno Galhardi e Johnny Bravo -2004

Melhor se visto em 1024x768

Ezstyle -Bruno Galhardi -2003- 2006

Copyright © 2003-2006 C.M.C.A

Todos os direitos reservados.
Todas as ilustrações e textos desta página são propriedade de seus respectivos autores

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Qual o Tamanho ideal do aquário?

Reproduzindo Aulonocaras

Escolhendo a fauna(Mbunas): Coloração das espécies!